Onde se respira música.

30/08/2015

Resenha | Disturbed - Immortalized [2015]


Após um longo hiato, o Disturbed está de volta. Mas nenhuma surpresa. Se você esperava algo inovador, não será dessa vez. A bola já havia sido cantada com as 4 faixas divulgadas antes do lançamento do álbum, sendo a faixa-título, "The Vengeful One", "Fire It Up" e "What Are You Waiting For". Aparentemente houve apenas uma mudança leve no dinamismo, com uma guitarra mais rápida no andamento das canções.

"Open Your Eyes" e "The Light" até que dão um tom diferente do habitual para a banda. A primeira com um coro vocal nunca antes visto em David Draiman e cia. que é um apelo pop, além da bateria arrebatadora. A segunda com uma dinâmica vocal lenta e um toque eletrônico sutil, mas que contribui.

"You're Mine" conta com um ritmo interessante e que cativa, mas não surpreende. "What Are You Waiting For", uma das divulgadas anteriormente vem numa crescente com a guitarra que empolga, se aliada com o jogo de palavras no refrão. A bateria se torna novamente o destaque em "Who", com trocas rápidas de pratos e agressividade.

A mudança de compasso em "Save Our Last Goodbye", de um apocalipse evidente com a bateria e o riff de guitarra desembocando no lirismo de Draiman aliado ao piano traz consigo uma dramaticidade convincente. "Fire It Up" evidencia um Disturbed pisando em terra desconhecida, e se afundando. A letra é fraquíssima, e nem o instrumental salva a canção, tendo Draiman com efeitos vocais que em nada agregam.

A banda já mostrou por muitas vezes que gosta de desafios ao fazer covers. O primeiro álbum contou com "Shout", do Tears for Fears; "Asylum" contou com cover de "I Still Haven't Found What I'm Looking For" do U2. Dessa vez a banda foi além e escolheu "The Sound of Silence", de Simon & Garfunkel. Um desafio maior que qualquer outro. O cover é decente, mas exige uma harmonia vocal que possivelmente somente grupos como Mamas & The Papas poderiam fornecer. "Never Wrong" soa datada, como da época do surgimento do Nu Metal, onde o conjunto não traz algo extraordinário e individualmente não há um destaque. E pra fechar, "Who Taught You How How Hate". O andamento vocal de Draiman tem mudanças constantes de tons, mas que caem bem, inclusive no refrão. Uma canção que parece tímida diante das outras, mas entrega mais do que se espera.

Tracklist
1. The Eye of the Storm
2. Immortalized
3. The Vengeful One
4. Open Your Eyes
5. The Light
6. What Are You Waiting For
7. You're Mine
8. Who
9. Save Our Last Goodbye
10. Fire It Up
11. The Sound of Silence (Simon & Garfunkel Cover)
12. Never Wrong
13. Who Taught You How to Hate

Line-up
David Draiman - Vocais, Backing Vocals
Dan Donegan - Guitarra, Teclados, Baixo, Backing Vocals
Mike Wengren - Bateria, Percussão, Backing Vocals

Produção: Kevin Churko
Mixagem: Ted Jensen
Engenharia: Steve Churchyard

Share:

Tradução

Feed

Digite seu email abaixo:

Instagram

Twitter