Onde se respira música.

30/01/2015

Resenha | Foo Fighters @ Morumbi [23/01/2015]

Foto: Fábio Tito / G1
Nem a chuva, nem o vento foram empecilho para a noite do dia 23/01/2015. Com certo atraso - cerca de 15 minutos - os Foos entraram no palco no estádio do Morumbi.

A espera valeu. Nitidamente com cerca de 90% do público que foi apenas pela banda de Grohl e cia (aberturas por conta de Raimundos e Kaiser Chiefs), o Foo Fighters inicia o show com a primeira faixa do novo disco, "Sonic Highways". Apesar de ser a tour do mesmo, a banda inclui com timidez as novas canções, contendo apenas três, sendo as outras "Congregation" e "Outside". Particularmente, eu trocaria uma dessas por "The Feast and Famine", a mais rápida e hard do disco, talvez.

A trinca "The Pretender", "Learn to Fly" e "Breakout" inflamam o público, principalmente a última, cantada a capella num belo coro. O show segue com o hit "Arlandria", do disco "Wasting Light", a clássica "My Hero", a em parte country "Congregation" e o maior hit dos últimos anos "Walk". A constante nos setlists "Cold Day In The Sun", com Taylor nos vocais, marca presença, num medley de "Tom Sawyer", do Rush, e "War Pigs", do Black Sabbath, que diria que provavelmente não agradou aos fãs das respectivas bandas. "War Pigs" mal foi cantada por Dave, que parecia mais ter feito de improviso o cover, nem cantando nem cantarolando, mas enrolando as palavras. além da solitária "I'll Stick Around", do primeiro disco.

Em "Monkey Wrench", sem dúvidas o melhor momento do show. A música é prolongada com relação à versão de estúdio, e em uma das paradas da canção, praticamente todo o público presente acende as lanternas dos celulares, tornando uma experiência visual sem igual. Após esse momento, as acústicas "Skin and Bones", "Wheels" e "Times Like These" jogam água no incêndio, tendo como sequência um mini-set de covers - que particularmente poderia ser diminuído ou até evitado - de bandas como Kiss, Faces e Queen.

No set final, as escolhas foram seguras. Os hits "All My Life", "These Days", junto da nova "Outside", vieram para misturar o que sempre deu certo na banda com a proposta do novo disco. Pra fechar, "Best of You" e "Everlong" são impossíveis de ficar de fora, por serem duas das mais importantes da carreira. Provavelmente sem elas, os Foos não seria uma banda de renome hoje.

Setlist:

1. Something from Nothing
2. The Pretender
3. Learn to Fly
4. Breakout
5. Arlandria
6. My Hero
7. Congregation
8. Walk
9. Cold Day In The Sun (com "Tom Sawyer", do Rush, e "War Pigs", Black Sabbath)
10. I'll Stick Around
11. Monkey Wrench
12. Skin and Bones
13. Wheels
14. Times Like These
15. Detroit Rock City (KISS cover)
16. Stay With Me (Faces cover)
17. Tie Your Mother Down (Queen cover, com Grohl na bateria e Taylor nos vocais)
18. Under Pressure (Queen & David Bowie cover, com Grohl e Taylor nos vocais)
19. All My Life
20. These Days
21. Outside
22. Best of You
23. Everlong


Share:

Tradução

Feed

Digite seu email abaixo:

Instagram

Twitter