Onde se respira música.

14/08/2014

Você Sabia? #28: A história de "Ana's Song', do Silverchair


Não! Não se trata de uma declaração de amor. Ana não existe. Ou existe, mas não tem matéria. No clipe, sim, Ana é representada por uma garota, muito fragilizada, diga-se de passagem. Mas não é nenhuma paixão.

A canção, que entrou nas paradas em 1999, retrata o sofrimento do vocalista Daniel Johns, que logo após o lançamento de "Freak Show", em 1997, passou a "lutar" contra a anorexia. Ana é o apelido dado à anorexia. "Lutar", entre aspas, pois por várias vezes Daniel esteve perto do suicídio. Naquele período, a comida era o pior inimigo do vocalista.

Daniel acredita que o sucesso justamente simboliza esse período em que tudo estava praticamente perdido, em que a sua vida estava por um triz.

A letra confirma sua rendição ao distúrbio:

Por favor, Ana, morra
Pois enquanto você estiver aqui, nós não estaremos
Você faz o som do riso
E as unhas afiadas parecerem macias

E eu preciso de você agora, de algum modo
E eu preciso de você agora, de algum modo

Abra fogo com a carência que me faz
Estar de joelhos por você
Abra fogo sobre as ânsias dos meus joelhos
Como eu preciso de você

Imagine a cerimônia
Na minha cabeça a carne parece mais grossa
Lixa de lágrimas corroem a sujeira

E eu preciso de você agora, de algum modo
E eu preciso de você agora, de algum modo

Abra fogo com a carência que me faz
Estar de joelhos por você
Abra fogo sobre as ânsias dos meus joelhos
Como eu preciso de você

E você é a minha obsessão
Eu te amo até os ossos
E Ana destrói sua vida
Como uma vida anoréxica

Abra fogo com a carência que me faz
Estar de joelhos por você
Abra fogo sobre as ânsias dos meus joelhos
Como eu preciso de você
Abra fogo com a carência que me faz
Abra fogo sobre as ânsias dos meus joelhos
Estou de joelhos por você

Share:

Tradução

Feed

Digite seu email abaixo:

Instagram

Twitter