Onde se respira música.

26/12/2013

"Ô loco bicho! Quem sabe faz ao vivo!"

Fonte (Apoio): Treta


Enquanto hoje em dia alguns "artistas" fazem uso do playback até mesmo durante seus shows (que teoricamente deveriam ser apresentações ao vivo), outros simplesmente abominam a prática, mesmo em programas de TV e similares, por respeito aos fãs e à própria. Só que vocês sabem como é o showbizz. Vez ou outra alguma banda com tal posicionamento é obrigada a se prestar ao papel ridículo de dublar a própria música em frente às câmeras, e avacalham a apresentação como forma de protesto. Abaixo, três desses grandes momentos históricos:


1. Nirvana no programa “Top of the Pops” em 1991 
Quando ficou sabendo que a parte instrumental da música seria em playback, Kurt Cobain decidiu entrar no clima de karaokê.





2. Iron Maiden em um programa de TV alemão
Obrigados a fazer playback, Bruce Dickinson sai do vocal no começo da música para Steve Harris assumir o posto e continuar a zoeira.





3. Muse em programa de TV do canal italiano Rai
Recusando-se a enganar o público, a banda inglesa decidiu que cada um ia entrar "tocando" o instrumento do outro, trocando os papeis entre os integrantes.






4. Ratos de Porão na TV Manchete
A atuação da banda de João Gordo num programa infantil da extinta TV Manchete, em 1991:





5. A trollada dos Mamonas
Os Mamonas, que ao se verem obrigados a mandar um playback, decidiram colocar as namoradas dos integrantes fingindo estarem tocando os instrumentos.





6. Bloc Party no VMB 2008
E quem disse que gringos só avacalham pelas Zoropa? Mais uma das cagadas da Video Music Brasil, em 2008 a banda indie resolveu "protestar". O vocalista nitidamente canta forçado, e depois que cai do palco, isso se torna mais notável. Ele coloca o microfone para o baterista cantar. Sem falar nas corridas por todo o palco do vocalista Kele Okereke sem sentido e também sem cantar.

Share:

Tradução

Feed

Digite seu email abaixo:

Instagram

Twitter