Onde se respira música.

01/07/2013

O dom de coverizar (ou ser coverizado) #2: Bob Dylan (Parte I)


Partindo do princípio de que todo artista tem sua influência, notamos o quão influente Robert Allen Zimmerman, vulgo Bob Dylan, tem sido já nos seus mais de 50 anos de carreira. Há centenas de covers feitos de músicas do mestre do Folk, e aqui vai alguns deles:


Original: 'It Ain't Me, Babe', de 'Another Side of Bob Dylan' (1964)
Também coverizado por: Joan Baez, Johnny Cash, e outros.

A versão de Dylan soa meio descompassada, não deixando de ser boa, é claro. Mas eis que Johnny Cash com seu violão e June Carter emprestando sua voz e ambos mostrando total sincronia fazendo dessa música a perfeição. Confiram abaixo:






Original: 'It's All Over Now, Baby Blue', do álbum 'Bringing It All Back Home' (1965)
Também coverizado por: The Animals, The Byrds, Joan Baez, Van Morrison, Grateful Dead, entre outros.

A partir de 02:27 podemos ver Dylan em um momento descontraído, o som leve pairando e ele 'cuspindo' palavras de sabedoria. O Echo & The Bunnymen foge totalmente à original com uma presença eletrônica e um som ao estilo pós-punk anos 80, apesar de ter sido lançada em 2000. Confira:






Original: 'Knockin' On Heaven's Door', do álbum 'Pat Garrett and Billy The Kid' (1973)
Também coverizado por: Roger Waters, Eric Clapton e outros.

Se nesta versão do G'n'R, 'Knockin' On Heaven's Door' soa meio cru, hard e sem muitos detalhes, a versão original e ao vivo com Tom Petty também se supera, com um compasso único, e com as backing vocals tornando a música perfeita, algumas vezes tocante e pra se refletir.






Original: 'Don't Think Twice, It's Alright', do álbum 'The Freewheelin' Bob Dylan' (1963)
Também coverizado por: Joan Baez, Johnny Cash, Waylon Jennings, entre outros.

Elvis tentou, ao melhor estilo Elvis, mas é difícil superar Dylan com seu ritmo cadenciado e ao mesmo tempo cativante. Só o refrão já passa a segurança de toda a letra...





Original: 'In My Time of Dyin'', do álbum 'Bob Dylan' (1962)

1962: Em seu primeiro CD, Dylan solta seu primeiro petardo. 'In My Time of Dyin'' vem ao melhor estilo Dylan de ser. Apenas acústica e com aproximados três minutos. 1975: Eu seu disco com um pé no Prog Rock, com alguns versos incluídos na letra, ótimos riffs e solo, e três minutos virando onze... Boom! Temos um clássico definitivo do Led Zeppelin!



O dom de coverizar (ou ser coverizado) #2: Bob Dylan (Parte II)
Share:

Tradução

Feed

Digite seu email abaixo:

Instagram

Twitter

Arquivo do blog