Onde se respira música.

27/04/2013

Você Sabia? #19: A história de "Vital e Sua Moto", dos Paralamas


O ano era 1983, e os Paralamas ainda estavam em início de carreira. Lançaram nesse mesmo ano "Cinema Mudo", seu primeiro CD. Para quem não sabe, o primeiro baterista da banda não foi João Barone, mas sim Vital Dias, que só deixou a banda por faltar em uma apresentação sem nenhum motivo esclarecido até hoje.

Vital nem sequer chegou a ter quaisquer créditos no primeiro disco.

Como é evidente na música, tudo que ele mais queria era uma moto. Os argumentos na composição são bem claros. De uma forma ou de outra, foi uma bela homenagem ao primeiro baterista da banda.

Confiram a letra e o vídeo logo abaixo:

Vital andava a pé e achava que assim estava mal
De um ônibus pro outro aquilo para ele era o fim
Conselho de seu pai: "Motocicleta é perigoso, Vital.
É duro de negar, filho, mas isto dói bem mais em mim."

Mas Vital comprou a moto e passou a se sentir total, sentir total
Vital e sua moto, mas que união feliz
Corria e viajava, era sensacional
A vida em duas rodas era tudo que ele sempre quis

Vital passou a se sentir total
Com seu sonho de metal

Os Paralamas do Sucesso iam tentar tocar na capital, na capital
E a caravana do amor então pra lá também se encaminhou
Ele foi com sua moto, ir de carro era baixo astral
Minha prima já está lá e é por isso que eu também vou

Os Paralamas do Sucesso iam tentar tocar na capital
Vital e sua moto, mas que união feliz

Share:

Tradução

Feed

Digite seu email abaixo:

Instagram

Twitter