Onde se respira música.

25/03/2013

Covers #19: Bob Dylan vs My Chemical Romance

A nossa seção de covers dessa semana conta com estilos nada parecidos. Aliás um fato curioso...

1965: O (quase) pioneiro em compor canções intermináveis Bob Dylan lança o álbum "Highway 61 Revisited". Nele o quase unânime maior sucesso "Like A Rolling Stone" inicia o álbum em grande estilo. Mas para fechar, eis que surge "Desolation Row" com seus épicos 11 minutos. Aliás, 11 minutos muito bem cadenciados e sem refrão.

44 anos depois, uma banda rotulada de emo pela maioria justamente por surgir em meio à onda tão polêmica consegue o impossível! Tornar um clássico de 11 intermináveis minutos em apenas 3. Isso mesmo! Toda a intensidade que não há na versão de Dylan é compensada com MCR. A versão de Gerard Way e cia. foi lançada para o filme "Watchmen". Esta versão soa como um soco no estômago.

Confiram logo abaixo as duas versões:



Share:

03/03/2013

Covers #18: Dolly Parton vs The White Stripes


Um dos covers mais surpreendentes já vistos, posso considerar. Difícil ganhar do Children of Bodom performando Britney Spears, mas sim! Um dos melhores.

Versão original: Uma das rainhas do Country, Dolly Parton lançou "Jolene" em 1974. Canção em que é notável a bela voz de Parton. Letra muito interessante, vale ressaltar.



O cover: Fica sob à responsabilidade do duo do White Stripes. Lançado em 2001, como bônus em "White Blood Cells". Pense numa música que caiu bem na voz de Jack White...

Share:

02/03/2013

Coldplay: A prova viva de que "nada se cria, tudo se copia"‏


Cada vez mais, no mundo musical, ouvimos histórias sobre processos por plágio. As bandas vivem crises criativas e isso resulta em misturas de sons, muitas vezes num nível escandaloso de semelhança entre riffs e melodias. Bandas como Oasis (que viveu mais de década em estado de obsessão pelos Beatles), e Coldplay, são um bom exemplo.

Falemos hoje apenas à respeito de Coldplay, que após uma breve análise, notamos que de seus 5 álbuns ("Parachutes", "A Rush of Blood to The Head", "X&Y", "Viva La Vida..." e "Mylo Xyloto"), 4 deles contêm ao menos uma música com grandes referências sonoras à outra banda.

Analisemos as semelhanças:

A música: "The Scientist", de "A Rush of Blood to the Head", de 2002.

A referência: "Getting In Tune", do The Who, de 1971.

A semelhança: Ainda que tímida, logo de cara é notável. A intro no piano é idêntica, apesar de o Coldplay ter feito uma variação leve.







A música: "Talk", de "X&Y", de 2005.

A referência: "Computer Love", do Krafwerk, 1965.

A semelhança: Essa é escandalosa! Apenas uma melodia no sintetizador copiada como intro de guitarra em "Talk".







A música: "Viva La Vida", do álbum homônimo, de 2008.

A referência: "If I Could Fly", de Joe Satriani, de 2005.

A semelhança: Particularmente, nunca considerei esta semelhança tão notável, mas foi cabível de processo, tanto que Satriani ganhou na justiça, e boa parte dos lucros obtidos pelo Coldplay com essa música foram para Satriani.







A música: "Every Teardrop Is a Waterfall", de "Mylo Xyloto", de 2012.

A referência: "I Go To Rio", de Peter Allen, de 1976.

A semelhança: A intro de "Every Tear..." cheia de sintetizadores é idêntica à intro no piano de Peter Allen.



Share:

Tradução

Feed

Digite seu email abaixo:

Instagram

Twitter